quarta-feira, 5 de março de 2008

Rogério "erudito" Aquático

Esta chegou na minha caixa postal de e-mails e reproduzo na íntegra:

Roger Waters, vocalista, compositor e fundador do Pink Floyd, virá ao Brasil para apresentar uma ópera de sua autoria em Manaus, no mítico Teatro Amazonas.

Parece enredo de filme de Herzog, mas é realidade. O governo do Amazonas produz todo ano o Festival Amazonas de Ópera, que já está na 12ª edição. Neste ano, o roqueiro erudito será um dos compositores convidados.

A Orquestra Amazonas Filarmônica já está ensaiando a ópera “Ça-Ira”, de autoria de Waters. O festival acontece a partir do dia 15 de abril. Os ensaios com os solistas começam agora, na segunda-feira, dia 10 de março. Roger Waters já confirmou que estará presente na apresentação, antes de tocar no Coachella Festival.

Além desta inusitada participação, o encontro também apresentará na íntegra as peças “Maria Golovin”, do compositor italiano Gian Carlo Menotti (1911 – 2007), “Ariadne Auf Naxos”, do alemão Richard Strauss (1864 – 1949), e “Turandot”, de Giaccomo Puccini (1858 – 1924), que terá sua apresentação integral, em três atos, nos dias 29 e 31 de maio, às 19 horas, no Centro Cultural do Largo de São Sebastião. Para a ópera “Ça-Ira”, de Waters, serão solistas Carmen Monarcha, Gabrielle Pace, Elaine Martorano, Thiago Soares, Erick Herrero, Geilson Santos, Leonardo Neiva, Eduardo Amir e Leonardo Pace.

Ao todo, o festival fará 20 apresentações operísticas e envolve, além dos artistas, cerca de 200 profissionais da Central Técnica de Produção (CTP) que confeccionam cenários e figurinos.

Perguntas que não querem calar:

O que David Gilmour acha disso?

Por que uma ópera destas não é encenada no Municipal do Rio? Ou mesmo no de São Paulo?

Cartas para a redação.

2 comentários:

Fabio disse...

Mais um grande show que perderei de assistir ao vivo. Manaus? Por que não São Paulo-SP ou Curitiba-PR???

PS: o fundador do Pink Floyd foi o saudoso Syd Barret!!

Anônimo disse...

Rodrigo,

Só tenho uma coisa a dizer:

ôôôôô Fluminense eterno amor. É por isso que eu canto, que visto esse mando. Orgulho de ser TRICOLOR...


CAÍQUE GRAVATINHA