terça-feira, 11 de março de 2008

Banho de lua

Ele não é Celly Campello, mas Stoner deu um "banho de lua" na abertura da MotoGP em Losail


Antes tarde do que nunca, venho escrever sobre o GP do Catar de Motovelocidade. Não vi a corrida no domingo - cortei a NET faz tempo em casa e preciso dispensar esse tipo de "luxo" por uns tempos. Só me restou ver a fita da corrida para poder fazer uma análise melhor da corrida inaugural da temporada 2008.

A pista de Losail ficou ótima com a iluminação artificial, que acompanhou o desenho dos 5,4 km do traçado. O fato da corrida ser noturna ajudou que os pneus tivessem um desgaste menor que no forte calor do Oriente Médio - de dia, pois à noite a temperatura do asfalto não passou de 16 graus.

Isto posto, não foi surpresa que a Ducati e Casey Stoner largassem na frente rumo ao bicampeonato.

Surpresa, e das grandes, foi a estréia de dois ótimos valores vindos da 250cc: Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso - e ainda arrisco que o italiano ainda foi melhor que o rival espanhol, pois chegou em quarto com uma Honda de 2007 e tudo isso depois de um duelo de tirar o fôlego com ninguém menos que Valentino Rossi.

Lorenzo teve um momento pleno de brilhantismo ao cravar a pole position, mas largou mal e se garantiu ao longo das 22 voltas para chegar em segundo, à frente do compatriota Dani Pedrosa - outro que fez uma boa corrida e uma largada excepcional, saindo de oitavo para a liderança antes da curva 1.

Menção também para o britânico James Toseland, atual campeão mundial de Superbikes, que conseguiu um bom sexto lugar em sua estréia. Já o samarinês Alex de Angelis repetiu o festival de pataquadas da classe 250cc: caiu e foi o único dos dezoito pilotos a abandonar a corrida.

Diante do que foi visto em Losail - se bem que uma corrida à noite não pode ser considerado um "termômetro" da temporada, dá pra tirar algumas conclusões:

- Stoner é o principal favorito ao título. Marco Melandri foi mal em sua estréia na Ducati.

- Guardem esse nome: Andrea Dovizioso. Esse italiano será um dos melhores pilotos de sua geração.

- Jorge Lorenzo teve uma bela estréia e vai dar trabalho (e dores de cabeça) a Rossi. Será que o italiano vai reclamar agora dos pneus Bridgestone?

- O HRC tem um piloto rápido e motivado (Pedrosa) e outro piloto mais ou menos, mas muito desmotivado (Hayden). Quem dos dois sobreviverá para 2009?

- A Gresini não tem pilotos: de Angelis vai ficar mais no chão do que em pé e o tempo de Nakano na MotoGP já passou.

- A Tech 3 promete ser uma boa surpresa: Toseland e Edwards são rápidos em classificação, mas precisam ser mais consistentes nas corridas.

- Suzuki e Kawasaki começam mal o ano. Se não agirem rápido...

- A equipe D'Antin voltou ao lugar de sempre. Pra que dispensar a experiência de Alexandre Barros pra trazer um "bração" como o espanhol Toni Elias?

Hasta Jerez!

2 comentários:

Fabio disse...

O espetáculo ficou por conta da iluminação do circuito de Losail; a corrida, mais uma vez, previsível: vitória do Stoner.

Gustavo Lovatto disse...

Iluminação perfeita dos organizadores.

Sobre a corrida, ainda preciso acabar de vê-la, mas ainda acho que o Valentino Rossi poderá lutar pelo título dessa temporada da MotoGP.