sexta-feira, 28 de março de 2008

Errou. E ponto

Finalmente a Ferrari admitiu o óbvio ululante de Nelson Rodrigues: tornou público que Felipe Massa errou de fato no GP da Malásia do último domingo. Com a palavra, o porta-voz da equipe, Luca Colajanni.

"Felipe passou por sobre a zebra na saída da curva 6 e perdeu pressão aerodinâmica no carro. Como conseqüência, ele perdeu o controle da traseira e acabou rodando", disse em entrevista à publicação Motorsport Aktuell.

Ou seja, quem cravou que o carro tinha um defeito, como o próprio Massa tinha dito nas suas primeiras entrevistas, quebrou a cara. O piloto errou. E ponto. A Felipe, faltou a humildade necessária para admitir mais uma falha. Até Ayrton Senna, quando perdeu a chance de um pódio no GP do Brasil de 1994, admitiu que errou ao dar gás demais no acelerador de sua Williams na saída da Junção. E Senna, tricampeão do mundo, nem precisava de muitas justificativas. Mas foi sincero e honesto.

A Ferrari, pelo menos não jogou Massa na fogueira da imprensa como fez com Barrichello, quando atribuiu o estouro da suspensão da Ferrari do seu então piloto no GP da Hungria de 2003, a uma passagem "abusada" de Rubens na zebra. A equipe deveria ter tido também humildade de assumir, de joelhos, a cagada monumental e pedir perdão a Rubens por lhe ter entregue um carro cuja suspensão já estava no bagaço.

Colajanni aproveitou a entrevista para rechaçar possíveis contatos com Fernando Alonso - "nada disso existe", disse - e reafirmar que a dupla seguirá sendo a mesma, Massa e Räikkönen. "Temos contrato com os dois e vamos honrar os compromissos."

Massa, que está de folga no Brasil e esteve em Interlagos acompanhando os treinos da Stock Car (o irmão dele deve correr na Stock Light este ano), vê todavia a chuva de críticas desabar sobre sua cabeça. Primeiro, Schumacher. Depois, Peter Sauber. Agora, Niki Lauda, Jackie Stewart e por último Alexander Wurz amplificam o lote.

Caberá ao brasileiro ter cabeça fria para ignorar tudo o que falam dele e dar a resposta no GP do Bahrein - que aliás venceu ano passado.

Do contrário...

2 comentários:

Garcia disse...

Sabe... uma das coisas que mais me chateou nesse "incidente" foi a FOM. Custava liberar uma imagem de fora do carro para que pudéssemos analisar melhor e o mundo inteiro pudesse dizer que Felipe errou??? Era muito mais fácil... será que a FOM não tem essa imagem? Será que não era interesante liberar?

Nota 10 para a Ferrari na condução do caso... não desmentiu Felipe no momento de stress, esperou a poeira baixar para culpá-lo e o fez com muita categoria!!!

Felipe merece um zeroooo!!!

Abração

Alan disse...

Reconhecer o erro era uma obrigação do Felipe Massa... Uma pena ele ter tomado atitude contrária...