quinta-feira, 27 de março de 2008

Antes de Partir



Fui ao cinema ontem para assistir "Antes de Partir" (The Bucket List) e tive uma aula completa sobre como fazer um bom filme.

Pegue um roteiro que junte as histórias de um veterano mecânico e um bilionário dono de hospitais. Una os dois na cumplicidade de uma das doenças mais terríveis da humanidade: o câncer. Faça com que as vidas dos dois vire de cabeça para baixo, com direito a viagens longínquas para Índia, Hong Kong, Tibet e Egito. E não apenas isso: fazer com que reflitam sobre a vida, o presente, o passado e o futuro não tão possível.

Mais: coloque nos papéis principais dois cracaços da sétima arte - Jack Nicholson, no papel do bilionário Edward Cole, e Morgan Freeman, na pele do mecânico Carter Chambers - e pronto. Garantia de ótimas interpretações e de que um filme como este não poderá dar errado.

"Antes de Partir" é um mix de emoções que arranca toda a espécie de reações do espectador. Do riso incontido em diversas cenas ao choro convulso do final que, sabemos todos, jamais fugiria do clichê. Com orçamento previsto de US$ 45 milhões, já arrecadou desde sua estréia em 11 de janeiro, quatro vezes mais.
Eu recomendo.

Um comentário:

Olavo Taube disse...

Acabei de ver...
"Beijar a mulher mais linda do mundo" essa parte foi de lascar!!