sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Aventura cancelada

O ano começa mal para o esporte. Pela primeira vez em quase 30 anos, chega a notícia que um dia imaginamos que aconteceria: o Rali Dakar está definitivamente cancelado em 2008 por falta de segurança.

A decisão foi tomada em conjunto com os organizadores da prova e o governo francês, que já recomendara que o evento não passasse pela Mauritânia. Neste país, a ASO programou diversas etapas justamente para evitar que o Dakar passasse por outras localidades com conflitos declarados, tais como Mali e Burkina Faso.

Entretanto, a ação de terroristas da Al-Qaeda na Mauritânia precipitou uma decisão no sentido do cancelamento, visto que seria "um risco altíssimo" passar com carros, motos, quadriciclos, caminhões e demais veículos de apoio, afora uma entourage de mais de 1.000 pessoas.

O anúncio oficial está sendo feito agora em Lisboa, de onde o Dakar partiria amanhã, dia 5 de janeiro, rumo ao Senegal. O Brasil teria oito representantes inscritos: Jean Azevedo, Rodolpho Mattheis e Zé Hélio Fernandes (motos); Paulo "Palmeirinha" Nobre, Lourival Roldan e João Antônio Franciosi (carros); André Azevedo e Maykel Villarta Justo (caminhões).

Um comentário:

Othon disse...

fico imaginando a " felicidade " de patrocinadores e pilotos nessas horas....