domingo, 6 de abril de 2008

Vitória da redenção


Do céu ao inferno em duas semanas. E não estou falando de Max Mosley, que foi o centro das atenções da Fórmula 1 e do esporte na última semana. O personagem que renasce do limbo é Felipe Massa. Numa pista onde a Ferrari tem o melhor carro e o piloto brasileiro sempre andou bem, a vitória foi questão de tempo. Ou melhor, de metros.

Bastou Robert Kubica hesitar ao apagar das luzes vermelhas e Massa saltou na frente do polonês, só perdendo a liderança nas janelas de reabastecimento. Atrás dele a confusão reinou nas primeiras voltas: Sebastian Vettel teve o motor de sua STR estourado e o óleo que vazou do carro inundou a pista de Sakhir, já complicada em razão do acúmulo de areia, constantemente levada para o asfalto pelos fortes ventos que por lá sopram. Isto ocasionou a rodada de Nelson Ângelo Piquet, que mais tarde abandonaria.

Num outro incidente, Lewis Hamilton - que largou "dormindo" pois caiu de terceiro para nono, conseguiu atropelar a traseira da Renault de... Fernando Alonso (ora vejam!) e a batida lhe custou a quebra do bico e a perda de qualquer chance de terminar na zona de pontuação. O britânico da McLaren fez papel de figurante, levou volta dos líderes e terminou num apagado e distante décimo-terceiro lugar.

Massa foi soberano o tempo inteiro e Räikkönen, mesmo tão rápido quanto o brasileiro, como demonstrado numa seqüência de melhores voltas cravadas pelos dois antes da segunda parada dos dois pilotos da Ferrari, não incomodou tanto - até porque ao contrário da Malásia, ele parou antes de Felipe. Mesmo assim, com o segundo lugar, o nórdico assume a liderança do campeonato com 19 pontos somados.

Para a BMW, o fim de semana não foi de todo mau. Pole e terceiro lugar para Kubica na prova, quarta posição e vice-liderança da classificação entre os pilotos para Nick Heidfeld. E, fato inédito da história da Fórmula 1: pela primeira vez desde que o Mundial de Construtores foi implementado em 1958, uma equipe alemã lidera a classificação. A BMW Sauber inscreve seu nome na história, algo que a Porsche não conseguiu e a Mercedes, quando dominou os Mundiais de 54 e 55, com Juan Manuel Fangio, não recebia pontuação.

Aliás, a briga entre as equipes é sensacional: a BMW lidera com 30 pontos, a Ferrari tem 29 e a McLaren 28. Quem será que sairá de Barcelona no topo?

Respostas, só daqui a duas semanas.

Hasta la vista!


As notas dos pilotos no GP do Bahrein:

Massa - vitória incontestável. Ganhou a ponta numa ótima largada e daí para frente dominou a corrida como quis. Sakhir já virou uma espécie de "segunda pista" do piloto brasileiro, assim como Istambul. Um triunfo para recuperar o moral e tirar dos ombros a pressão que o incomodou depois de duas corridas sem qualquer ponto no campeonato - nota 9,5

Räikkönen - sem chance para alcançar e mesmo superar Felipe Massa, fez uma corrida de chegada. Andou rápido também e com regularidade alcança a liderança do campeonato. Não é que o pontinho conquistado na Austrália está fazendo a diferença a seu favor? - nota 9

Kubica
- o polonês não tirou partido da pole position e deu a impressão de que não teria um bom resultado na corrida ao ser superado pelos rivais da Ferrari. Mas o piloto seguiu bem na corrida e conquistou mais um importante resultado para o campeonato - nota 8

Heidfeld - mais uma corrida excelente do alemão, que há tempos vem merecendo uma vitória na Fórmula 1. Teve a oportunidade de mostrar que é veloz quando necessário e provou mais uma vez sua constância a bordo da BMW Sauber. Pontuou de novo e agora é o novo vice-líder do Mundial de Pilotos - nota 8

Kövalainen - fez a melhor volta, mas a verdade é que a McLaren esteve muito longe do seu melhor no Bahrein. Tanto que a BMW conseguiu andar muito melhor que a equipe chefiada por Ron Dennis. Pelo menos o finlandês não saiu do Oriente de mãos abanando: agora tem exatamente os mesmos 14 pontos de Lewis Hamilton na classificação - nota 7

Trulli - outra corrida consistente e convincente do veterano piloto italiano, um dos destaques do início de campeonato. Ele tirou partido dos testes que a Toyota também fez no Bahrein e mais uma vez mostrou competitividade, somando mais três pontos para ele no campeonato - nota 7

Webber - boa atuação do australiano, que vai salvando a RBR neste início de campeonato. Mas ainda precisa de muito mais para apagar a alcunha de "leão de treino" que carrega consigo. Um ponto a seu favor é que seus resultados vão contribuindo para precipitar a aposentadoria de David Coulthard - nota 6,5

Rosberg - não foi tão bem quanto na abertura do campeonato, mas sem dúvida muito melhor do que na Malásia. Nico estreou em 2006 nesta mesma pista no Bahrein e na ocasião foi simplesmente brilhante. Hoje, não precisou fazer tanto para marcar mais um pontinho no campeonato - nota 6

Glock - boa corrida do alemão, que terminou pela primeira vez um GP neste ano. Como ponto alto, a resistência à pressão de Fernando Alonso, que tentou a todo custo passá-lo e não conseguiu. Está bem próximo de marcar seus primeiros pontos no ano - nota 6

Alonso - sem um carro competitivo, desta vez não pôde fazer milagres. Foi acertado por Hamilton no início e seu carro teve um pedaço do aerofólio quebrado. Numa tentativa de ultrapassagem sobre Timo Glock, derrapou espetacularmente e perdeu contato com o alemão. Salvou por pouco a décima posição depois de uma boa briga com Barrichello no fim da prova. Muito pouco para o bicampeão mundial - nota 5

Barrichello
- o calvário do "zero ponto" continua batendo à porta do piloto brasileiro, que outra vez ficou no pelotão intermediário e por lá ficou. Durante o primeiro trecho da prova, sequer conseguiu passar a Force India de Fisichella, ganhando a posição apenas no pit stop. Quando se livrou do italiano, já era tarde para alcançar os outros adversários. No fim, atacou Alonso com vontade, mas não passou o piloto da Renault - nota 5

Fisichella - fez uma corrida honesta com o modesto Force India e chegou a andar na zona de pontuação antes de sua primeira parada nos boxes. Esteve perto de terminar a prova na mesma volta dos líderes, mas no final deixou que Felipe Massa o ultrapassasse. Em comparação com o companheiro de equipe Adrian Sutil, vai dando um banho no alemão - nota 5,5

Hamilton
- um completo desastre. Errou tudo nas primeiras voltas, desde a largada, quando "dormiu" ao apagar das luzes e perdeu seis posições, até a tentativa otimista demais de ultrapassagem sobre Fernando Alonso. Perdeu o bico, a chance de pontuar e também a liderança do campeonato, tudo numa única corrida. Papai Hamilton não gostou... Ron Dennis, provavelmente, também não - nota 3

Nakajima
- foi o único a optar por uma estratégia de apenas uma parada, o que não resultou absolutamente nada ao japonês da Williams. Teve o mérito de ganhar mais quilometragem com o carro e terminar a corrida, mas muito atrás de Nico Rosberg desta vez - nota 4

Bourdais - conseguiu bater Vettel pela primeira vez em classificação. E foi só. Na corrida, foi pouco notado. Pelo menos terminou a corrida, pela primeira vez na temporada - nota 4

Davidson
- no inglório duelo particular contra Takuma Sato, levou vantagem pela segunda vez consecutiva. O pequeno britânico tem conseguido pelo menos não quebrar os carros da precária Super Aguri e desta vez ficou longe das últimas posições - nota 4,5

Sato - perdeu para Davidson de novo na guerra interna da Aguri. E a exemplo do companheiro de equipe, não foi "o pior dos piores". Tem carro de menos para a extrema velocidade que tem dentro da pista - nota 4

Coulthard - sem perceber, vai dando adeus aos poucos da Fórmula 1. Sua atuação no Bahrein foi abaixo da crítica. Foi eliminado de saída na Q1 do treino oficial, parou nos boxes ainda na primeira volta e depois bateu com Jenson Button. Arrastou-se na pista para terminar em décimo-oitavo - nota 2

Sutil - péssima performance do piloto alemão. Foi lento o tempo inteiro e tomou uma "lavada" de Fisichella durante todo o fim de semana. Terminou em último entre os que completaram, a duas voltas de Massa - nota 2

Piquet - largou muito bem, ganhando três posições, mas rodou no óleo deixado pela STR de Vettel ainda na segunda volta. Antecipou a primeira parada e caminhava para terminar mais uma corrida quando seu carro subitamente perdeu velocidade e ele foi obrigado a desistir - nota 5

Button - prejudicado pelo toque entre Alonso e Hamilton, parou nos boxes logo no comecinho. Quando voltou, encontrou pela frente a férrea resistência de Coulthard até que os dois bateram. Com o carro bastante danificado, o piloto da Honda abandonou a corrida - nota 3

Vettel - mal desde a sexta-feira, nada pôde fazer na corrida. Seu carro quebrou no meio da primeira volta - sem nota


5 comentários:

Vik disse...

falou falou..... e viu que kubica estava mais leve e o massa mais pesado que o companheiro.... no final das contas, ficou por isso mesmo, pq o Desempenho do Brasileiro, foi alto, justamente por causa disso, andou mais rápido mesmo e não deu chance a ninguém.

Vik disse...

Olha os que todos pensaram e ficaram com a cara no chão quando o Kimi tava mais vazio.
:05
Craig - Kimi pits
1:05
Ollie - Good point TJ, the Red Bull survived much better.
1:05
Journeyer - Kimi was lighter?????
1:05
[Comment From zblkhwk]
ferrari pits ready...massa??
1:05
F1Punter - Unexpected
1:05
[Comment From Gerdoner]
Sutil doing a good lap 36.5
1:05
F1Wolf - surprise ...
1:05
[Comment From Brendan]
haha--windsor just remarked that DC couldn't see anything in his adrian newey mirrors
1:05
[Comment From Architrion]
Fred loosing traction at the exit of the turn and Hami comes from behind just too fast
1:05
[Comment From Rikhart]
lol dc is just losing it with the age... his fault there
1:05
[Comment From Andy]
ooh - interesting
1:05
[Comment From zblkhwk]
kimi in...wow!!!
1:05
[Comment From tom]
wow, ill have to change my vote - unless massa drops it
1:05
[Comment From TJ]
Interesting
1:05
Robert McKay - kimi lacklustre in quali
1:06
F1Fanatic.co.uk - Well Raikkonen was ligter. That really is a surprise. Massa beat him in qualifying, fair play to him.
1:06
Scott Joslin - was there a slight delay on his pit stop?
1:06
Craig - to their credit ITV did mention he was maybe lighter
1:06
F1Punter - Are all the wheels going to go on Massa's car alright?
1:06
[Comment From francois]
That's a surprise - Raikonnen lighter than Massa
1:06
[Comment From TJ]
massas race then
1:06
Ollie - Massa is a strange driver. Some days he's awesome, others he looks like a learner driver.

Anônimo disse...

o carro do alonso foi avariado sim. dá uma olhada la no blog do capelli

Saco de Gatos disse...

Anônimo, eu vi. E vou corrigir. Obrigado.

Anônimo disse...

Gostaria de ver o Webber em um time de ponta ,gosto de pilotos velozes .

Quanto ao Massa ,ele foi perfeito,tomara que ele seja mais rapido que o Kimi na Q2 da proxima prova.

Já ficou claro que quem é mais rapido no Q2 escolhe a tatica de corrida ,e quem sai com combustivel para mais uma volta tem uma grande vantagem nas paradas de boxe.

Jonny'O