quarta-feira, 9 de abril de 2008

Con los colores de Argentina


Os hermanos argentinos não terão apenas um carro com pilotos (Matías Russo e Luis Perez Companc) do país no FIA GT 2008, que começa em menos de duas semanas no circuito britânico de Silverstone. Com o nome de Escuderia ACA Argentina, um novo time disputará o campeonato. A manutenção do carro, uma vetusta Ferrari 550 Maranello pintada de azul-claro e amarelo, fica a cuidado de Jack Lecomte e da Larbre Competition, via Care Racing.

Para a prova de estréia, os pilotos escolhidos são Jose Maria Pechito Lopez (que já disputou a GP2 e é piloto oficial Honda na TC2000) e Martín Basso (velho conhecido nosso e de passagens pela F-3 sulamericana, Fórmula Atlantic, F-3000 italiana e TC2000, onde é piloto oficial Ford).

Gastón Mazzacane e Esteban Tuero - os últimos dois representantes da Argentina na Fórmula 1 - também estão cotados para guiar a Ferrari em outras provas do certame, que terá uma prova em Potrero de Los Funés, um novo circuito ainda em construção.

Em contrapartida, o Brasil terá apenas um piloto inscrito: Xandinho Negrão, na escuderia Vitaphone Maserati.

Um comentário:

Nuno Kopio disse...

è o brasil pode ter só um mas o companheiro do Xandinho é muito mais experiente k kualker um dos argentinos e conhecendo o Miguel como eu conheço o Xandinho vai aprender muito e antes do fim do ano vamos ter uma vitoria do Lusifonia.

É assim cara o xandinho pode ser o unico mas tem muitas mais hipoteses de brilhar que os aregentinos, e de talvez lutar pelo titulo.