segunda-feira, 28 de abril de 2008

Kova já foi para casa

Às 12h30 (hora de Brasília), o finlandês Heikki Kövalainen recebeu alta médica do Hospital General de Cataluña, após o violento acidente sofrido no GP da Espanha neste domingo em Barcelona.

Submetido a um impacto de 26G (ele bateu a 220 km/h num espaço de 100 milisegundos), Kövalainen saiu queixando-se de dores fortes no cotovelo, de acordo com a equipe. Mas uma tomografia generalizada não constatou qualquer lesão interna ou fratura. O piloto teve apenas uma concussão craniana, que pode lhe ocasionar alguma tontura e vômitos nas próximas 48 horas, mas esta é uma reação considerada normal pelos médicos.

Como o espaço de tempo entre os GPs da Espanha e da Turquia é mais do que razoável, Kövalainen não corre o mesmo risco de Robert Kubica, que bateu ano passado no Canadá e não correu nos EUA, uma semana depois, sendo substituído por Sebastian Vettel.

Um comentário:

claudio heliano disse...

O acidente do Kova foi ridículo e o que me impressionou foi a demora em puxar o carro que estava enterrado na barreira de pneus.Achei que ele poderia ter problemas em respirar ali.Ainda bem que o carro não pegou fogo!