domingo, 24 de fevereiro de 2008

Paul Frère




Morreu ontem aos 91 anos o belga Paul Frère. Piloto e depois jornalista, ele se tornou uma lenda do automobilismo belga e também das 24 Horas de Le Mans, corrida que disputou oito vezes, vencendo a edição de 1960 em companhia do compatriota Olivier Gendebien, com uma Ferrari TR60.

Na Fórmula 1, ele disputou onze GPs com HWM, Simca-Gordini e Ferrari. Com um carro da escuderia italiana, Frère chegou em segundo em Spa-Francorchamps, no seu melhor resultado - coincidentemente em sua última participação - na categoria máxima.

Depois que abandonou as pistas e tornou-se um ativo integrante de coberturas automobilísticas, especialmente das 24 Horas de Le Mans e Spa-Francorchamps, Frère ainda sentiu o gostinho da alta velocidade na pista francesa. Há cinco anos, ele foi convidado a dar uma volta no Audi R8 da equipe Audi Sport UK. E não fez feio. Virou uma volta em pouco mais de quatro minutos e no retão Mulsanne, chegou fácil aos 300 km/h.

Tudo isso aos 86 anos de idade!

2 comentários:

Speeder_76 disse...

Também fiz uma coisa dessas no meu blogue. E encontrei as fotos dele a testar o Audi R8 em Le Mans, viu?! É verdade, uma certa época da Formula 1 está desaparecendo...

Antonio Seabra disse...

O Paul Frere era o meu penultimo idolo vivo !!! Andar a barbaridade que ele andava, com a idade que tinha, era invejável. Semana ruim, com o desaparecimento do Veloz HP e do Paul !!!

O mundo do automobilismo perde uma grande figura ! Lamentável

Antonio Seabra