domingo, 2 de dezembro de 2007

Pitacos finais do Brasileirão

Termina num domingo cinzento no Rio de Janeiro o ano do futebol brasileiro em 2007.

Um ano repleto de confirmações.


- O São Paulo, enquanto não tiver adversários e organização à altura, é o melhor time do Brasil.


- Só Vanderlei Luxemburgo pode ser capaz de levar um time como este do Santos para a Libertadores.


- O Flamengo conseguiu o que parecia impossível, chegou na competição continental, mas foi incompetente para ser vice-campeão - um resultado que, aliás, seria irreal e surreal para um time mediano, porque não dizer, medíocre.

- Digno no minimo de um vice-campeonato é o Fluminense, que fez uma despedida honrosa, ao nível de suas tradições, goleando por 4 x 2 o freguês Santos na Vila Belmiro, numa atuação exemplar de Luiz Alberto, Arouca e Thiago Neves.


- Que com inteira justiça deve ser o Bola de Ouro da revista Placar, após disputa duríssima com o excelente zagueiro são-paulino Breno, uma grande revelação do futebol brasileiro em 2007.

- Companhia ao nível do jovem jogador do tricolor paulista, só Thiago Silva, este sim merecedor - já - da camisa amarela da seleção brasileira. Só que o Dunga não enxerga jogadores made in Brasil.

- O Palmeiras eliminado da Libertadores por um guerreiro Atlético-MG é justiça sendo feita pelo que aconteceu com o Flu em 2005.

- E o melhor de tudo, o melhor deste 2 de dezembro, aconteceu no Olímpico.

- Repetindo o que já aconteceu com Fluminense, o mesmo Grêmio, Bahia, Vitória, Coritiba, Portuguesa, Atlético-PR, Atlético-MG, Palmeiras e Botafogo, todos estes clubes campeões ou finalistas do Brasileirão...

- O CORINTHIANS CAIU!

- E com inteira justiça, diga-se. Pois com um elenco horroroso, onde a melhor coisa dos onze titulares é o goleiro, alguém duvidava que a tragédia que vinha se desenhando desde há alguns meses iria deixar de acontecer?

- Felipe é bom demais pra continuar goleiro do Corinthians em 2008. Tem lugar em qualquer clube de nível. Tem lugar em qualquer dos quatro times já classificados automaticamente para a Libertadores.

- A queda do "Timão" é apenas a pá de cal num ano desastroso que culminou com o fim da parceria com a MSI, dos nefandos e nebulosos Kia Joorabchian, Boris Berezovsky e Renato Duprat, que resvalou na administração de Alberto Dualib e do seu comparsa - e vice-presidente - Nesi Curi.

- Diria que o Corinthians, em menos de dois anos, foi do céu ao inferno. Mas, para um clube onde confessamente o presidente afastado garantiu que o título de 2005 foi roubado, fez-se justiça.

- Faço agora um desafio. Quero ver se a torcida do Corinthians é mesmo fiel, lotando o Morumbi com 50 mil espectadores às 11 da manhã num jogo contra... o ABC!

- Um filme que lamentavelmente eu já vi.

8 comentários:

Rafael Fonseca disse...

Acabo de chegar do jogo da Vila Belmiro. O Fluminense jogou bem e poderia ter saído com pelo menos mais 2 gols, mas não é essa maravilha que você está pintando no texto. No segundo tempo,foi salvo pelo goleiro (cujo nome não sei), que foi muito bem, além do auxílio do trio de arbitragem, que não estava querendo ver muita coisa, provavelmente pra ajudar o Flamengo a ser vice-campeão, como sempre fazem pra auxiliar os times do Rio.

Gustavo Castro disse...

Foi maravilhoso ver o corinthians cair para a série b, pois roubaram um título legítimo do "meu" time em 2005, conquistado dentro de campo e roubado fora dele. Parabéns ao Fluminense, que mesmo classificado previamente para a Libertadores não fez corpo mole e conseguiu um excelente 4º lugar. Esse resultado só mostra a competência do Renato Gaúcho, que na minha opinião está tranquilamente entre os 3 melhores técnicos do Brasil.

Anônimo disse...

Você está provocando é para os caras triplicarem esse público? heheheh

No mínimo isso na estréia e uns 50 de média de público, se bem que no Pacaembu só cabem 40 mil, pois senão...

Pena que o lixo do Goiás não caiu. Esse merecia mais que o "Timão". Nem torcida essa porcaria tem.

Wallace Michel

Gustavo Lucena disse...

Não sei com que intuito vc mencionou o ABC, mas saiba que é o time mais tradicional do RN (esse ano vai brigar pelo 50o título estadual) e detentor de uma infraestrutura de fazer inveja a muito time do Clube dos 13.

Inclusive em 1998 o ABC ganhou do Fluminense em pleno Maracanã e foio o responsável direto pelo rebaixamento do tricolor das Laranjeiras rumo a Série B

E eu garanto a você: no estádio Frasqueirão (capacidade para 18 mil pessoas) inagurado em 2006, o ABC é imbatível, venha quem vier até o São Paulo.

E podem apostar, ao contrário do America-RN - que não tem estrutura alguma - o ABC se subir para a Série A no final do próximo ano não fará feio.

E pergunte a seu colega global Luiz Roberto o que ele pensa sobre o ABC.

Abraços.

Saco de Gatos disse...

Gustavo Lucena, você não entendeu a brincadeira. É justamente uma alusão ao jogo Flu x ABC em 1998, que tinha 50 mil pessoas no Maracanã e o time potiguar venceu dando um baile no tricolor. Quero ver se o Corinthians vai passar pela mesma situação, só isso. Você leu entrelinhas, não existe ofensa nessa história, de forma alguma.

Anônimo disse...

Primeiro que vice é título de vascaíno.......

segundo, se o time do flamengo é medíocre o que dizer dos que vem abaixo dele na tabela......

Gustavo Lucena disse...

agora sim tá explicado...abraços e boa sorte ao seu Fluminense, que desde sua estadia na Série C em 1999 vem se tornando um clube cada vez mais organizado

Ou seja, um rebaixamento as vezes é um ponto de saída para o profissionalismo, valeu!!!

Anônimo disse...

Rodrigo, não me lembre desse jogo contra o ABC... Até hj eu tenho ódio daquele time de terceira...