terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Fórmula 2: festival AGS

O primeiro AGS F-2: um JH15 com motor BMW e Richard Dallest no comando em Nogaro / 1978

AGS BMW JH17, vencendo com Richard Dallest em Pau / 1980


AGS BMW JH18, sempre com Richard Dallest, Silverstone / 1981

Acredito que todo cara apaixonado por automobilismo seja parecido comigo. Adoramos os carrões, aquelas máquinas perfeitas, potentes e vencedoras. Mas por outro lado, olhamos lá para a turma do fundão e nos enchemos de pena daquela turma que com garra e brio classifica carros quase de fundo-de-quintal para os grids de largada.

Nos bons tempos da Fórmula 1 era assim. Por isso me tornei um fã confesso da Minardi e a cada resultado dos carrinhos pintados de preto e amarelo ou de branco, vibrava com o que faziam seus bravos e guerreiros pilotos. Outra equipe que merecia de mim alguma simpatia era a AGS.

A AGS - sigla para Automobiles Gonfaronaises Sportives - era de propriedade do fanático Henri Julien, que antes de se aventurar na Fórmula 1 entre 1986 e 1991, quando faliu, construiu carros de Fórmula Júnior, Fórmula 3, Fórmula 2 e Fórmula 3000.

Na F-2, como visto nas três fotos acima, os carros até que possuíam um visual bem razoável. Vá lá... o JH15 de 1978 não era nenhum primor de beleza, mas... vocês hão de convir que é simplesmente belíssimo o monoposto de 1981, o JH18. É sabido que os motores BMW de 4 cilindros e 2 litros da F-2 não debitavam mais do que 320 HP de potência. Mas o que esse carro devia fazer de curva com essa configuração asa...

Richard Dallest, o piloto dos três AGS acima citados, foi campeão francês de Fórmula 3 em 1977 e deu à marca de Gonfaron suas duas primeiras vitórias na F-2 em 1980, num ano onde os Toleman Hart eram dominantes, nos circuitos de Pau e Zandvoort. Depois disto, apenas na última corrida da história da categoria, quatro anos depois no circuito de Brands Hatch, a AGS triunfaria novamente, graças à Philippe Streiff.

4 comentários:

Poliszuk disse...

É incrível, Rodrigo. Mas quando comecei a gostar de motores, não suportava ver fórmulas menores. Achava tudo muito sujo, principalmente os carrões de fórmulas antigas, como a categoria F2. Hoje, depois de conhecer inúmeros eventos por aí, vejo que automobilismo de verdade acontecia com estes malucos que, no bom sentido da palavra, levavam seus carros do fundo do quintal direto para as pistas.

Tem mais! Quando fui promover a matéria do desmonte do Fórmula Ford São Paulo, na primeira edição de minha ex-revista Grand Prix, o preparador que me atendeu e abriu o espaço para a entrevista em sua mecânica em Interlagos (não me lembro do nome agora, apenas do piloto que era o meu amigo Filipe Forti), disse o seguinte em uma conversa e outra: "Rafa, vc não sabe como as coisas por aqui são diferentes. Claro que não temos a estrutura inglesa no país, mas fui trabalhar por um tempo na Inglaterra e pude ver que alguns carros da F3 ainda chegam em cima de caminhõeszinhos vagabundos. A diferença entre as equipes líderes das que ficam para trás é enorme em termos de estrutura." Pois bem, isso foi em 2004, logo ali!

De alguma forma, ainda tem gente que trabalha para o automobilismo por gostar da coisa. A Fórmula 2 foi uma fatia importante na história de eventos tops que temos hoje por aí. Pena que as idéias não são mais trabalhadas entre um sanduíche e outro. Mas sim compartilhadas com a grana que será colocada no adesivo principal do carro. Quando não, o projeto da máquina é re-desenhado para abrir um espaço maior na carenagem de novos modelos.

Que pena!

Se sou contra o controle de tração e pneus lisos? Mas é claro que sim! E vc?

granito disse...

Blog bom é assim não para nem no natal.

Por falar nisso, Feliz Natal pra você , um abração.

Caíque. disse...

O JH-17 me lembrou um Muffatão!!

Anônimo disse...

O que mais me incomoda na historia da AGS é a forma errada que eles entraram na F1 ,com um chassi Renault modificado e muito mal resolvido ,justamente a AGS que sempre fabricou seus proprios carros na F2 ,enquanto a maioria das outras equipes compravam os March ,Ralt e Lolas da vida ,nunca entendi direito isso.

Entre os AGS ,gostava mais do JH 19 de 1984 todo azul Gitames ,lindão!!

Jonny'O