domingo, 2 de dezembro de 2007

Pequenas maravilhas XII - BS-McLaren M23 de Nelson Piquet

Tricolor de quatro costados, feito o escriba deste blog, o camarada Caíque, além da paixão clubística, compartilha comigo e com muitos outros que aqui freqüentam o espaço, o amor pelo automóvel e pelo automobilismo.

Tivesse ele ido às Mil Milhas e teria visto in loco seu ídolo máximo: Henri Pescarolo, que foi rei em Le Mans com as Matra - outra grande paixão do Caíque, que coleciona miniaturas da marca francesa: ao todo são inacreditáveis 39 modelos na escala 1/43.

Caíque tem outros 180 modelos de minatura, a maioria nas escalas 1/20 e 1/24, entre os quais desponta essa jóia da foto aqui abaixo: a BS-McLaren M23 Ford com a qual Nelson Piquet disputou os GPs da Áustria e da Itália em 1978.



A BS Fabrications, uma equipe que na verdade era uma oficina de peças para carros de F-1, era de propriedade de Bob Sparshott e só correu na F-1 porque em 1977 o piloto estadunidense Brett Lunger, um ex-combatente do Vietnã, levou para lá o patrocínio dos cigarros Chesterfield - em sua terra, seu carro era inscrito com as cores da L&M.

Nelson fez um teste espetacular em Silverstone pela BS, recomendado por Jack Brabham, e três corridas, na Áustria, Holanda e Itália. Em Zandvoort, seu McLaren tinha as cores da Marlboro na carenagem pois, na época, Nelson foi cogitado para ser "piloto Marlboro", como eram muitos outros da época.

Mas como todo mundo sabe, Bernie Ecclestone o contratou e o resto é história.
Vale mais uma vez relembrar o que foi dito por Dave Simms, seu chefe de equipe na BS, quando a revista Quatro Rodas publicou a opinião de chefões da F-1, entre eles Morris Nunn (Ensign), Jean Sage (Renault), Colin Chapman (Lotus), Don Nichols (Shadow) e Ken Tyrrell (Tyrrell).
"Aposto todo o meu dinheiro, com quem quiser, que Nelson Piquet será campeão mundial em no máximo três anos."

Como se sabe, a profecia de Simms se cumpriu. Terá alguém tido coragem de apostar com ele?

4 comentários:

Anônimo disse...

O M23 é um desses F1 que não canso de olhar ,é um dos mais classicos carros da historia da F1 talvez o melhor com cosworth antes dos carros asa.
É impossivél falar em F1 dos anos 70 sem lembrar de M23,Lotus 72,P34,312T2 .

Jonny'O

Caíque. disse...

Jonny,

Impossível, pra mim, falar em F1 nos anos 70 sem deixar de me lembrar da MS 120.

Anônimo disse...

O Brett Lunger pela história que escutei, conseguiu o patrocínio porque, durante a guerra do Vietnã, salvou, ou se feriu tentando salvar o herdeiro ou um dos herdeiros (eh memória!) da Chesterfield então em agradecimento a família passou a patrocina-lo.

Quanto a miniatura sem comentários, essa e muitas outras já tive o prazer de ver de perto, e posso dizer que nosso amigo Matramaníaco Caíque tem cada uma de cair o queixo !!!!

Grande abraço a todos

Filipe W

Anônimo disse...

Claro meu amigo Matrakatrika ,esqueci do MS 120 ,e também do FD04 o primeiro ,aquele do GP Brasil que alias andou muito bem nos treinos .

PhillipWWW,
Não conhecia esta historia do Vietnã ,valeu!

Jonny'O